terça-feira, 31 de maio de 2011

PSN será totalmente restaurada esta semana


SÃO PAULO – A Sony anunciou hoje que irá retomar integralmente o serviço das redes PlayStation Network e Qriocity até domingo (5).

Os serviços serão totalmente restabelecidos em todas as regiões do mundo, com exceção de Hong Kong, Japão e Coreia do Sul, que ainda deverão aguardar um posicionamento da Sony.

A PlayStation Network (PSN) e o Qriocity haviam sido desativados no final de abril, quando sofreram o pior ataque de roubo de dados da história, tendo vazado dados de mais de 77 milhões de usuários em todo o mundo.

A rede PSN já havia sido reativada parcialmente no dia 15 de maio nas Américas, Europa e parte da Ásia. E agora o serviço de música online Qriocity também será parcialmente liberado aos usuários.

“Nós realizamos testes adicionais e verificações de segurança de nossas funções comerciais para que fosse possível trazer a PlayStation Network completamente de volta online para que os fãs pudessem desfrutar novamente da experiência. Agradecemos a paciência e apoio demonstrados durante esse período”, afirmou Kazuo Hirai, presidente da Sony Corporation em comunicado.

Para compensar os usuários, a PlayStation Network oferecerá jogos de presente ou assinaturas gratuitas do serviço durante um ou dois meses. Porém, esta oferta será válida somente onde a loja PlayStation Store funciona, o que significa que os brasileiros não poderão desfrutar dessas vantagens.

Hackers pró-WikiLeaks invadem site de TV



LOS ANGELES - Um grupo de hackers enraivecido por um documentário da rede de televisão norte-americana PBS sobre o WikiLeaks postou uma notícia falsa no site do canal afirmando que o falecido rapper Tupac Shakur está vivo e bem de saúde.

O grupo hacker Lulz Boat atacou os servidores da PBS no domingo e postou senhas roubadas e outras informações confidenciais da PBS, assim como uma notícia com o título: "Tupac ainda vive na Nova Zelândia". Shakur foi assassinado em 1996.

A PBS tirou a notícia do ar, mas a página do Twitter do Lulz Boat disponibilizava um link para uma cópia da página adulterada.

"Acabamos de assistir ao WikiSecrets e não ficamos nada impressionados", afirmou o Lulz Boat, referindo-se a um documentário de uma hora que foi ao ar no programa da PBS "Frontline" na terça-feira.
O documentário trata do soldado dos Estados Unidos Bradley Manning, que está detido e é suspeito de ter entregue ao WikiLeaks uma coleção valiosa de material confidencial militar e diplomático.

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, a quem os Estados Unidos querem levar a julgamento por ter revelado os documentos, denunciou o programa como "hostil" antes de sua exibição. Assange está em liberdade sob fiança na Grã-Bretanha, lutando contra uma extradição para a Suécia por supostos crimes sexuais.

A identidade das pessoas por trás da Lulz Boat é desconhecida. Sem ajudar nas investigações, eles descreveram a si mesmos como "um pequeno grupo de homens de 80 anos e pessoas que fumam em frente à webcam".

Intel mostra laptops com recursos de tablets


TAIPEI/SAN FRANCISCO - A Intel exibiu uma nova categoria de laptops que, segundo ela, incluirão os melhores recursos dos tablets como parte dos esforços da maior produtora mundial de chips para conquistar espaço no explosivo mercado de aparelhos móveis.

A pioneira dos netbooks Asustek mostrou o UX na segunda-feira, primeiro modelo na classe "Ultrabook," da Intel, na feira de computação Computex, em Taiwan. A Intel informou que modelos produzidos por outros fabricantes estariam à venda antes do Natal, a preços inferiores a mil dólares.

Os ultrabooks serão esbeltos e leves mas contarão com processadores de alto desempenho. Devem responder por 40 por cento dos laptops vendidos, até o final do ano que vem, disse Tim Kilroy, vice-presidente da Intel, em entrevista à Reuters em San Francisco.
 
"Estamos em busca de modelos com alto poder de resposta. Serão máquinas de acionamento rápido e conexão permanente, com capacidade de resposta muito maior, semelhante à que se vê nos tablets atuais, como o iPad", disse.

Em Taipei, na terça-feira, Mooly Eden, vice-presidente da Intel, definiu os ultrabooks como "uma categoria diferente" dos tablets e dos notebooks, e expressou a esperança de que atraiam uma categoria diferente de consumidores.

"Haverá certa confusão devido ao fator dobra; com o aparelho aberto, você verá um computador, mas se quiser usá-lo sem abrir terá um tablet. É um computador? É um tablet? Não acho que importa", disse Eden em entrevista coletiva.

A Intel deseja tornar os laptops mais atraentes para os consumidores, cada vez mais atraídos pelo Apple iPad e outros aparelhos móveis.

Os processadores da companhia acionam 80 por cento dos computadores mundiais, mas a Intel até agora não conseguiu adaptá-los para uso em tablets e celulares inteligentes. Fabricantes como a Motorola e a Apple preferem processadores fabricados com tecnologia para uso eficiente de energia, licenciados pelo grupo britânico ARM Holdings.

Comentando sobre a concorrência com a ARM, Eden disse que a Intel chegou tarde ao mercado de tablets, mas não "fracassou."

"Chegamos tarde. Hoje há muitos tablets sem chips Intel, mas estamos fazendo grande esforço para recuperar o atraso. E acredito que tenhamos conseguido, nos tablets," disse.

Samsung lança o fininho Série 9 no Brasil


A corrida pelo mercado dos notebooks ultrafinos está cada vez mais quente. Depois do MacBook Air arrasar com a sua finura e rapidez, chegou a hora de a Samsung dar a resposta. Para isso, em coletiva, a Samsung anunciou a chegada do Série 9 ao mercado brasileiro.



À primeira vista, o que mais impressionou no INFOlab foi a finura do bichinho. A espessura é de apenas 18 milímetros – contra os 19 mm do MacBook Air, da Apple. O que espanta mais é a espessura da tela, de apenas 6 mm.

Fora o design, ele também agradou nesse primeiro contato. Com um processador Intel Core i5 de segunda geração com clock de 1,4 a 2,3 GHz combinado com um SSD de 128 GB, ele tem um tempo de inicialização ótimo. Em menos de 30 segundos o Windows 7 está carregado (é claro que a falta de programas e arquivos no SSD colabora com a rapidez). Além disso, ele é ágil de maneira geral.

Ele tem resolução máxima de 1366 x 768 pixels, com o processamento de vídeo feito por uma Intel HD Graphics 3000 integrada ao processador – o que é um de seus primeiros pontos negativos. Seria interessante uma placa offboard com a opção de uma resolução maior para o Série 9.

Falando em conectividade, ele vem com Wi-Fi, Bluetooth, porta miniUSB 3.0, duas portas USB 2.0, miniHDMI, jack P2 e leitor de microSD. Apesar da ausência de uma porta Ethernet, ele vem acompanhado de um adaptador para que um cabo de rede seja usado em uma das portas USB. Com isso, a conexão se torna possível, mas o desperdício de uma USB pode ser alvo de reclamações.

Alguns detalhes interessantes de usabilidade são um touchpad grandão e confortável, com suporte a multitoque e dois botões “escondidos”, e retroiluminação do teclado. Outro ponto destacável é a possibilidade de usar as portas USB energizadas mesmo com o aparelho desligado.


Apesar da ausência de drive de DVD, quem comprar um Série 9 levará para casa também um gravador de DVD externo com o mesmo design de aço escovado preto. Ele pode ser conectado por uma das portas USB 2.0.

Outro ponto baixo do Série 9 é seu preço. Comparado com o MacBook Air, seu preço não é tão elevado, mas ter produtos da Apple como comparação não é muito positivo. O preço sugerido pela Samsung pelo novo Série 9 é de 4999 reais

Google diz que Chrome OS focará só notebooks




TAIPEI - O Google vai manter os notebooks como foco de seu sistema operacional Chrome, e não tem planos imediatos para oferecer o sistema para tablets ou combiná-lo ao seu popular sistema operacional Android para smartphones, disse um importante executivo da empresa.

O Google vem realizando avanços agressivos no mercado de sistemas operacionais para computadores, dominado pela Microsoft, cujo sistema operacional Windows aciona 90 por cento dos computadores mundiais
O Google registrou avanço de 100 por cento no número mundial de usuários do Chrome, nos últimos 12 meses, para 160 milhões, disse Sundar Pinchai, vice-presidente da divisão Chrome da empresa, em entrevista coletiva durante a feira de computação Computex, em Taiwan, terça-feira.

"O Chrome OS é um modelo de computador projetado tendo em mente diversos formatos, mas nosso foco continua a ser o formato notebook, por enquanto. Ainda não temos outros planos", disse Pichai em resposta a uma pergunta sobre a disponibilidade do Chrome para tablets.

Laptops equipados com o Chrome e projetados especialmente para acesso à Web, produzidos pela Samsung Electronics e Acer, chegarão ao mercado em junho, lutando contra os produtos da Microsoft e Apple.

Já que o número de seus parceiros entre os fabricantes de computadores continua pequeno, o Google criou um centro especial para o Chrome em Taiwan, na esperança de atrair novos parceiros na região, informou Pinchai, sem acrescentar detalhes.

O sistema operacional básico é essencialmente um navegador de Web que conduz os usuários a aplicativos como programas de e-mail e planilhas acessíveis online, em lugar de utilizar software instalado no computador.

Alguns analistas afirmam que vai demorar algum tempo para que o Chrome seja capaz de revolucionar o mundo dos computadores da mesma forma que o Google Android fez no mercado de aparelhos móveis.

"A questão é determinar se o Google tem o foco e o bom senso necessários em termos de marketing para posicionar o Chrome OS de forma a concorrer com os sistemas operacionais rivais para tablets e computadores, no mercado ao consumidor", disse Steve Hodgkinson, diretor de pesquisa da Ovum para a região Ásia-Pacífico. "Isso vai requerer muito investimento no desenvolvimento de software e em marketing, e o risco é de que o Chrome OS se perca no meio do caminho --mais que um smartphone ou tablet mas menos que um sistema operacional pleno para laptops."

Celular pode provocar câncer, diz OMS


LONDRES - O uso de celulares pode aumentar o risco de ocorrência de certos tipos de câncer no cérebro em humanos, afirmaram especialistas em câncer da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira.

Os especialistas também disseram que consumidores devem pensar em formas de reduzir sua exposição.

Um encontro de 31 cientistas de 14 países na Agência Internacional para a Pesquisa sobre o Câncer (Iarc, na sigla em inglês) da OMS afirmou que uma análise de todas as evidências científicas disponíveis sugere que o uso de celulares deve ser classificado como "possivelmente cancerígeno".

A classificação pode fazer com que o corpo de saúde da Organização das Nações Unidas revise suas orientações sobre celulares, afirmaram cientistas da Iarc, mas é necessário fazer mais pesquisas antes de dar uma resposta mais definitiva sobre qualquer conexão entre a doença e o uso dos aparelhos.

A OMS já dissera anteriormente que não havia evidências o suficiente para que se estabelecesse uma conexão entre o uso de celulares e o câncer.

Chrome passa Firefox no Brasil


O navegador Chrome, do Google, passou o Firefox no Brasil, de acordo com as estatísticas de maio divulgadas pela empresa de análise StatCounter.

Os dados do mês mostram que o Chrome é usado por 26,83% dos internautas brasileiros, enquanto 26,08% preferem o Firefox. No primeiro lugar está o Internet Explorer, presente em 45,79% dos computadores por aqui. Embora os números pareçam indicar um empate técnico entre o segundo e o terceiro colocados, a diferença entre os dois browsers deve aumentar nos próximos meses. Desde janeiro de 2009 o Chrome está em curva ascendente no país, enquanto o Firefox mantém a trajetória de queda iniciada em junho de 2010.

O levantamento, que fica disponível por meio do serviço StatCounter Global Stats, é coletado em uma rede de mais de 3 milhões de sites, e se baseia em uma amostra de pelo menos 15 bilhões de pageviews por mês (destes, 4 bilhões vêm dos Estados Unidos).

No planeta, o Firefox continua a ser o segundo navegador mais usado, com 29,3% da preferência dos internautas, de acordo com a StatCounter. O Chrome conta com 19,35%, enquanto o Internet Explorer continua no primeiro lugar, com 43,88%.

Segundo  dados de abril da Net Applications, no entanto, o Firefox ainda é maior que o Chrome no Brasil. As estatísticas indicam o Firefox com 24,2% do mercado brasileiro e o Chrome, com 19,21%. O Internet Explorer mantém, segundo a empresa, 51,6%.

Novo lote de iPad 2 deve chegar nesta semana

SÃO PAULO – O tablet da Apple iniciou suas vendas no Brasil na última sexta-feira (27), porém em 24 horas todas as lojas tiveram o estoque de iPad 2 esgotado.

A Apple não confirma quantos aparelhos trouxe para serem vendidos no Brasil, porém segundo lojistas vieram poucas unidades dessa nova versão do tablet, em comparação ao lançamento do primeiro iPad.

Redes varejistas e lojas Premium resellers da Apple não possuem mais nenhum modelo do iPad 2 para venda, porém informaram que um novo lote do aparelho deve chegar até o final desta semana.

Em contato com lojas de São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Brasília, Recife e Salvador, estas confirmaram que devem receber entre quinta-feira e sexta-feira uma nova leva de iPads 2, porém não sabem ainda quantas unidades irão receber.

A MyStore do shopping Villa-Lobos, em São Paulo, acredita que deverá receber cerca de 150 unidades do aparelho em todas as versões. Já lojas como a Saraiva MegaStore de Recife e Salvador irão comercializar pela primeira vez o iPad 2 somente a partir do dia 3 de junho, mas também sem quantidade estabelecida.

A procura pelo iPad 2 no Brasil acontece mesmo com o modelo mais barato, o Wi-Fi de 16 GB, custar R$ 1650, mais do que o dobro de seu valor nos Estados Unidos, onde é vendido por US$ 499, ou o equivalente a cerca de R$ 800.

A versões de 32 GB e 64 GB, também apenas com conexão Wi-Fi, custarão R$ 1.899 e R$ 2.199 respectivamente. Já os modelos com conexão 3G são mais caros e custam R$ 2.049 (16 GB), R$ 2.299 (32 GB) e R$ 2.599 (64 GB).

Comentário: Esperamos que com a instalação de uma filial da foxcorn aqui no Brasil, haja significante queda de produtos da Apple.

Estão abertas as inscrições para testar o Call of Duty : Elite / Inscreva - se

imagem

Call of Duty: Elite é um conjunto de serviços pagos oferecido pela Activion, e já estão abertas as inscrições para quem quiser testá-lo. O teste ocorrerá ainda neste inverno, então, quem quiser conhecer esse pacote, não perca tempo, lembrando que ele funcionará apenas no Call of Duty: Black Ops.

Como ocorre essa inscrição? Basta ir no site do Call of Duty: Elite e informar alguns dados: E-mail, plataforma (PS3, Xbox 360 ou PC) e data de nascimento. Se tudo ocorrer bem, o jogador receberá uma notificação com instruções e um link.

Para se inscrever basta clicar aqui.

NVIDIA mostra Crysis 2 rodando em Direcx11 na Computex Taipei 2011

A NVIDIA mostrou pela primeira vez os recursos em DirectX11 de Crysis 2
para Pc na Computex Taipei 2011.


imagem


Como você pode no vídeo logo abaixo, parece que a Crytek está pensando
em atualizar algumas coisas pressentes no game. Esperamos que isso acalme
os fãs de Pc que adquiriram Crysis 2 e reclamaram das baixas texturas
que são encontradas na atual versão para computadores.




Rumor: "Windows 8" rodará jogos de Xbox 360

imagem


De acordo com o site Rumor Pedia, o PC poderá rodar jogos de Xbox 360 mediante a pagamentos mensais (como acontece com a Live).

imagem


Quando o foco é online, usuários das duas plataformas jogarão juntos através do Windows Live, serviço semelhante ao Steam e Xbox Live, só que para computadores.

imagem


E por que a Microsoft faria isso? Bem, pensando em questões econômicas, atualmente o Windows Live Marketplace possui poucas exclusividades e é muito menor que o Steam, portanto, com essa função, a popularidade da "Live do PC" aumentaria e muito, em discussões de fóruns americanos e até brasileiros, a maioria acha uma boa ideia, mas que o recurso só se aplicaria no Xbox 720. O que acham?

Tecnologia Physx trará vida nova com mais realismo nos próximos lançamentos de PC

imagem


Acabam de ser divulgadas as primeiras imagens de Alice Madness Returns para PC mostrando uma comparação do jogo com os efeitos do Physx habilitados e outras imagens sem utilizar os efeitos do Physx.


Arma 3 é outro próximo lançamento exclusivo para PC que foi confirmado que se utilizará dos efeitos do Physx.



Depois de tornar recentemente a versão pra PC de Máfia 2 muito mais realista com efeitos gerados pelo Physx, e muitos outros jogos como Batman Arkhan Asylum, Mirror´s Edge, Tom Clancy's Ghost Recon Advanced Warfighter 2, MAIS DE 200 JOGOS JÁ FAZEM USO DO PHYSX NO PC, a lista parcial pode ser vista no link: http://developer.nvidia.com/physx-games, provavelmente a tecnologia Physx também estará presente no novo Batman Arkhan City assim como esteve no primeiro jogo.


Vejam os vídeos abaixo para entender melhor esta tecnologia Physx.









Seqüências de comparação do PhysX foram exibidos. O conteúdo GPU PhysX em Alice vai incluir (a lista a seguir pode não ser completa)


Ambientes destrutíveis (compare o chão de uma imagem com a outra).




Efeitos volumétricos de fluidos (por exemplo, o líquido de petróleo que destrói os inimigos)




Fumaça e efeitos adicionais de partículas.



Alice: Madness Returns será lançado no dia 14 de junho de 2011 para PC.


Comentário: Com tantas placas de vídeo poderosas, nada mais óbvio que investir em jogos mais realistas.

Asus mostra novo notebook ultraleve

Outra boa novidade que apareceu lá na Computex 2011 foi da Asus. Além de grandes anúncios, como o Padfone, a marca taiwanesa mostra que, por mais um ano, será um dos grandes nomes da feira que ocorre anualmente na sua terra.


Uma das máquinas mostradas ao público no primeiro dia da feira foi o novo modelo da linha UX de notebooks ultraportáveis. Com o corpo todo em alumínio escovado e com um visual bem parecido com o do MacBook Air, ele bate o portátil da Apple no quesito espessura. São apenas 17 milímetros, contra os 19 mm da maçã. Além de fino, ele também é leve, com apenas 1,1 kg.
Para completar, ele ainda vem com uma configuração bem parruda. O processamento fica por conta de um Intel Core i7 Sandy Bridge. Ele vem equipado com um SSD que grava a uma velocidade de 6 GB/s – a capacidade do SSD não foi revelada ainda. Finalizando os pontos altos das especificações, ele também virá com portas USB 3.0.

O touchpad do novo modelo é feito de vidro, enquanto todas as teclas são de aço escovado, assim como o corpo. Como é um anúncio precoce, a Asus ainda não falou nada sobre preços, mas ele tem previsão de lançamento para setembro de 2011.


Comentário: A tendência é que os notebooks se tornem mais finos e o preço dos discos SSD caiam consideravelmente.

Esperamos a queda de preço no mercado.

Gigabyte apresenta placa-mãe com SSD de 20GB

 
 
SÃO PAULO – A Gigabyte apresentou uma solução para os usuários que desejam ter um drive SSD, porém não querem ter o trabalho de comprar um e conectá-lo ao computador.

A placa-mãe Z68XP-UD3-iSSD virá com o novo drive m-SATA Intel SSD 311 de 20GB já embarcado na placa.

O Z68XP-UD3-iSSD é baseado no novo chipset Z68 Express para processadores Intel Sandy Bridge e introduz também a nova tecnologia Intel Smart Response Technology, que melhora a performance do sistema, pois utiliza o cache de dados frequentemente acessados.

Segundo a Intel, esta nova tecnologia possibilita uma melhora de 60% na velocidade de inicialização, em comparação a um sistema que utiliza um disco rígido, além de melhoria de desempenho quatro vezes superior contra configurações híbridas (SSD e HD).

Não ficou claro, porém, se o drive SSD também servirá para armazenar arquivos, ou se será usado apenas para o sistema operacional e alguns programas mais utilizados. Mas, de acordo com a empresa, qualquer disco rígido conectado ao sistema irá transformá-lo em um drive híbrido.

A placa também terá a habilidade de selecionar entre as placas gráficas discretas e integradas graças a tecnologia LucidLogix Virtu. Além disso, a placa também terá dois slots PCI Express x16, suporte às tecnologias multi-gráficos CrossFireX e SLI, USB 3.0 e conexões SATA 6Gbps.

A Gigabyte não confirmou o preço da Z68XP-UD3-iSSD, mas afirmou que a mesma será lançada já no mês de junho.

Petrobras e Intel fazem parceria tecnológica


SÃO PAULO - A Petrobras, sua subsidiária Petrobras Distribuidora (BR) e a Intel Semicondutores do Brasil assinaram memorando de entendimentos para futura cooperação tecnológica, segundo informou hoje a estatal, por meio de nota.

O objetivo deste acordo, de acordo com a Petrobras, é identificar oportunidades de cooperação entre as empresas no desenvolvimento de soluções tecnológicas para a indústria de petróleo, gás e energia.

O acordo foi assinado no Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes), no Rio de Janeiro. De acordo com a estatal, destacam-se no memorando três possíveis frentes de trabalho: o desenvolvimento de soluções de computação de alta performance voltados para o processamento sísmico; a definição de linhas de pesquisa envolvendo semicondutores e plataformas de computação e comunicação aplicadas à exploração e produção de petróleo e gás; e o projeto Posto do Futuro, que visa a disponibilizar aos clientes de postos Petrobras serviços baseados em tecnologia da informação e comunicação.

O documento é válido por 12 meses, período no qual Petrobras, BR e Intel realizarão discussões técnicas, identificarão oportunidades e poderão estabelecer projetos com atuação conjunta, informa a nota.

Skype instala código sem consenso do usuário




SÃO PAULO – Alguns usuários do Skype reclamam na rede que um crapware chamado “EasyBits Go” vem sendo instalado em suas máquinas sem permissão.

Na ocasião, o fato ocorre somente com usuários de sistemas Windows e não se trata de um arquivo malicioso.


O arquivo executável, chamado “easybitsgo.exe”, é legítimo e vem de uma empresa terceira chamada EasyBits, que produz aplicativos de games e tem suporte de diversas empresas como HP, Dell, Acer e Skype, além de outros.

O problema é que o arquivo se instala na máquina do usuário durante uma atualização, porém, sem que o mesmo autorize tal ação. Todavia, o Skype afirmou que o arquivo não instala e nem desinstala corretamente e está presente dentro do pacote de updates.

O Skype já identificou o problema e, em comunicado, afirmou que já está verificando o que aconteceu e que desativou o download do update até que o problema se resolva, mas não explicou como e por que este arquivo não-autorizado foi autorizado e incluído no pacote.

Além disso, mesmo após o comunicado do Skype, usuários enfrentam dificuldades para desinstalar o arquivo da máquina e precisam seguir as instruções compartilhadas com alguns sites e blogs especializados.

Comentário: Desde que a Microsoft assumiu o Skype, coisas estranhas vêm acontecendo, o que estar por trás de tudo isso?

Rapaz ganha US$ 1 mi em campeonato de game


O norte-americano Brian Kingrey conseguiu o feito de completar uma partida perfeita no game MLB 2K11 e ganhou o prêmio de US$ 1 milhão.


O rapaz participava do campeonato realizado pela produtora do game, a 2K Games, jogando com o time do Philadelphia Phillies.

Seguindo as regras do campeonato, onde deveria jogar no modo competição e não poderia, por exemplo, substituir nenhum jogador, usar ajuda do técnico e deixar o adversário conquistar uma base, Kingrey realizou uma partida perfeita e foi o campeão.

Kingrey não errou nenhum arremesso e rebatidas na sua terceira tentativa e enviou o vídeo com o feito para a empresa (fazia parte da competição enviar vídeos para serem analisadas a veracidade).

O jogador, que é professor de música, disse não ser fã de jogos de esportes, mas quando viu o valor do prêmio iniciou treinamentos semanais até atingir a perfeição. Bom, e sem dúvidas as mais de cinco horas diárias de treino foram compensadas pela bolada que recebeu.

Android Market remove emuladores de games

SÃO PAULO – Jogadores que utilizam dispositivos Android para jogar games clássicos de sistemas como Atari e Sega sofreram uma baixa com a remoção de diversos aplicativos emuladores da Android Market.

O desenvolvedor Yong Zhang (Yongzh) e seus emuladores (Nesoid, Snesoid, Gensoid, N64oid, Ataroid, Gearoid and Gameboid), que estavam entre os mais populares e com as melhores notas na loja virtual, teve sua conta desativada sem aviso prévio e junto foram removidos seus apps.

Yongzh, que é chinês, já havia retirado seu emulador Genesis da lista de aplicativos a pedido da Sega, porém pode não ter sido o suficiente para o Google, que possivelmente vem sofrendo pressão dos fabricantes de consoles.

Além de Yongzh, outros desenvolvedores, como o criador do emulador PSX4droid para jogos PlayStation, também tiveram seus programas deletados da Android Market.
 
Segundo advogados da Nintendo, os emuladores em si não são necessariamente ilegais, porém utilizar o ROM dos games é o que torna a ação ilegal.

Mas quem ainda quiser baixar esses aplicativos emuladores, Yongzh liberou seus programas em uma loja de apps alternativa, SlideMe, de forma gratuita.

Maior provedor dos EUA é alvo de ataques

 
 
WASHINGTON - A Lockheed Martin, maior provedora de serviços de tecnologia da informação do governo norte-americano, afirmou no domingo que um ciberataque "obstinado" à sua rede no fim de semana fazia parte de um conjunto de ataques frequentes à sua rede vindos do mundo todo.

"O fato é que, nessa nova realidade, somos um alvo frequente de adversários ao redor do mundo", disse a vice-presidente de informação da empresa, Sondra Barbour, em um comunicado a funcionários.

Oito dias após o ataque "significativo e obstinado" de 21 de maio ser detectado e combatido, a empresa ainda está trabalhando contra o tempo para restabelecer o acesso de funcionários à rede enquanto mantém o maior nível de segurança possível, disse Barbour.

A primeira resposta da Lockheed incluiu o desligamento "pró-ativo" da rede privada virtual (VPN, na sigla em inglês) da empresa, afirmou. Uma VPN é uma forma segura de conexão com uma rede privada por meio da Internet ou de qualquer rede pública para o transporte de dados privados encriptados.

A Lockheed afirmou na noite de sábado que repeliu o ataque após tê-lo detectado "quase imediatamente". Ela afirmou ter tomado ações agressivas para proteger seus sistemas e dados. Não houve comprometimento de programas, dados pessoais de clientes e empregados, afirmou a companhia.

A Lockheed é a maior fornecedora do Pentágono em vendas. Ela fabrica as aeronaves F-16, F-22 e F-35, assim como o sistema de combate naval Aegis e o de defesa de mísseis THAAD.

Versão de Kernel do Linux atinge versão 3.0


Foi liberada ontem, 29 de maio, a versão 3.0-rc1 do kernel (núcleo) do sistema operacional Linux. Segundo o próprio Linus Torvalds, criador da primeira versão e atual mantenedor, a série 2.6 se arrastava por muito tempo e quase chegou a ultrapassar o número 40 (atualmente o kernel está na versão 2.6.39).


Mesmo com o Torvalds reforçando que não se trata de uma mudança brusca no código, as novidades são ótimas e demonstram o grau de inovação do sistema. Conheça algumas delas:

- Melhorias no suporte a processadores Intel Sandy Bridge e suporte inicial ao seusucessor, o Ivy Bridge;
- Cleancache – Grosso modo, trata-se de um mecanismo que afeta diretamente a performance de alguns sistemas de arquivo (incluindo EXT4 e brtfs), por meio de um mecanismo que dá acesso a memória transcendental (memória ou disco não visível ou endereçável diretamente pelo kernel);

- Driver oficial para o Microsoft Kinect – Baseado no código do projeto OpenKinect, o driver reconhece o sensor RGBA (stream de vídeo) e o sensor infravermelho.

A última da lista parece controversa, dado que é um acessório da Microsoft. Mas é justificável pelo fato de ser um hardware cheio de recursos a um preço bem competitivo. Ademais, há diversos projetos na comunidade de software livre para utilizá-lo como interface homem-máquina.

Esquenta guerra entre Samsung e Apple



 
SÃO PAULO - No começo de abril, a Apple processou a coreana Samsung alegando cópia do design e interface de seus produtos mais populares, como o iPhone e o tablet iPad.

A ação, registrada na Califórnia, Estados Unidos, aponta que a companhia lançou dispositivos semelhantes no mercado, ignorando as leis internacionais de patentes.

Agora, em um movimento que pode ser considerado como retaliação, a Samsung quer obrigar a rival a entregar as versões finais de seus próximos modelos de dispositivos móveis, alegando que isso ajudaria a evitar problemas semelhantes no futuro.

Na última sexta-feira, a Samsung decidiu preencher um pedido junto à corte do distrito de San Jose, na Califórnia, exigindo que a rival forneça os aparelhos antes do lançamento. Como os produtos ainda não têm seus nomes definidos, os advogados da empresa foram obrigados a inserir nomes fictícios – mas bem prováveis – no documento, como: “iPhone 4S”, “iPhone 5”, “iPad 3” e “terceira geração de iPad”.

A Apple já havia feito um pedido semelhante em seu processo, quando exigiu a entrega de protótipos dos smartphones Galaxy S II, Droid Charge, e Infuse 4G, quedevem chegar ao mercado americano nos próximos meses.

De acordo com a Samsung, apenas os advogados teriam acesso aos produtos – que também podem ser utilizados como provas em novos processos.

Aniversário de Taguatinga